quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Perdão à um poeta...

Poderia simplesmente tentar te enganar
Poderia simplesmente deixar de falar
Poderia simplesmente não mais olhar
Porém, não o farei... Tenho que enfrentar

Peço desculpas pela minha confusão
Mas apenas estou seguindo o que diz meu coração
Pensei muito bem antes de escolher
Infelizmente esta escolha fui obrigada a fazer

Sei que fui errada em dizer que já havia escolhido
Mas com o passar dos dias vi que te quero como amigo
Me perdoe se te dei falsas ilusões
Mas meu coração palhaço foi tomado de emoções

Emoções que foram se confundindo com entusiasmo
De tanto que parecíamos te aceitei como amado
Mas como você mesmo disse: amar não é tão difícil
Fiz dessas emoções tudo isso que já disse

Se me aceitares como amiga serei grata eternamente
Se não quiseres mais falar entenderei completamente
Só não esqueças dos momentos que com certeza guardarei
Para sempre no mesmo lugar... No coração... Poeta Rei

Halline Teixeira

1 Comment:

  1. Jefferson said...
    ótimo modo de dar um fora!!! rsrs sr rs

    ótimo o começo do poema e bem sincero!


    espero nunca ninguém me mandar um desses! rs rs rs

    bjos bebê!

Post a Comment