sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Eu hoje...

Por que não consigo ser eu mesma?
Sem medo nenhum com as cartas na mesa?
Por que esse jogo de mentiras?
Por que esse filme em tiras?

Passam-se longos e eternos dias
Quais os momentos de linda magia
Qual o sonho perfeito sem fantasia
Quem tem um amor se nenhuma mania...

Queria alguém pra mim
Alguém só meu, alguém assim
Assim sem ninguém...
Sem aquele outro alguém...

Amar sem tristeza, sem dor
Só queria viver um amor
Mas pra mim este amor não existe
Então vivo assim: alegre, mas triste

Eita tristeza que vem e que fica
Se interna no peito, ardente ferida
Ah! Dor que demora a passar
Ah! Amor que tarda chegar...

Halline Teixeira

5 Comments:

  1. Carol said...
    Hááááááá !!!!!!

    Mas quem diria ein ?!?!
    A mais locona da sala (depois da Anninha.. é claro..) com esse lado sentimental...
    hahaha
    to brincando..
    Você Escreve muitíssimo bem..
    Eu queria ser menos tapada pra poder entender esse monte de texto abstrato..hahah nem o solua eu tinha entendidooooo !!!

    Vou pra aula agoraaaaaa.....
    Falouuuuu =]
    Morgana said...
    q lindo
    Kinhu said...
    Q lindoooooo !!

    Vc escreve muito Há, muito mesmooo !!

    Um beujão de qm te adora e tah com mts saudadesss !!
    Jefferson said...
    Oi bebê! Neste aqui percebi muito "VC" entre as linhas...

    (...) Uma meninina tão carinhosa q nem vc, logo, logo, encontra o Amor demorado, q vêm a cavalo, será um príncipe encantado???
    hauhauhaaáááá

    Um beijo do Jeh

    (J.H.O)
    > é assim q assino pra as pessoas q são importantes pra mim.
    Tamara Fernanda said...
    Haaaaaa, "Eu hoje..."
    Muiiiiito bom esse hein???
    "Quem tem um amor se nenhuma mania...
    ...Então vivo assim: alegre, mas triste..."
    Adoro interpretar seus poemas e fico horas tentando umaginar: em quem vc pensava ao escrever ou talvez em que vc pensava...
    Enfim, muito bom todos eles.
    SHOW SHOW SHOW
    Vc é foda.
    Zilhões de beijos
    AMO MUITO VOCÊ.

Post a Comment